‘Kobe Bryant Bill’: lei que torna crime fotos de cadáveres feitas por socorristas

‘Kobe Bryant Bill’: lei que torna crime fotos de cadáveres feitas por socorristas

Fotos vazadas das cenas do acidente que matou o ídolo do basquete Kobe Bryant gera projeto de lei

Los Angeles, (BDCi) — Logo após a morte de Kobe Bryant em um acidente de helicóptero em janeiro de 2020, pessoas relataram a circulação de fotos dos corpos das vítimas. O incidente causou desconforto para a família dos mortos e levantou duvidas sobre o processo de manter a identidade privada das vítimas pelos socorristas.

Durante o processo, oito policiais do departamento de xerife foram acusados de tirar ou compartilhar fotos gráficas da cena, disse o chefe de polícia do condado de Los Angeles, Alex Villanueva, acrescentando que ordenou que as imagens fossem excluídas. Ele disse que o departamento tem uma política contra tirar e compartilhar fotos da cena do crime, mas não se aplica a cenas de acidentes.

Além do ídolo dos Lakers e sua filha, sete pessoas morreram na queda do helicóptero.

Sobre o Projeto de Lei AB 2655

Como consequência de um processo movido pela viúva de Kobe, Vanessa Bryant, o governador da Califórnia, Gavin Newson, aprovou nesta última segunda-feira (28) o projeto de  lei que proíbe a divulgação de fotografias que retratam cenas de acidentes com pessoas mortas sem prévia autorização. 

Esse projeto de lei de invasão de privacidade agora tornaria ilegal para os socorristas compartilhar fotos de uma pessoa falecida e fotos da cena do crime “para qualquer propósito que não seja o propósito oficial de aplicação da lei. “AB 2655 (The Bills Title) foi apresentado pelo membro da Assembleia Mike Gipson.

O processo afirma:

“Sra. Bryant se sente mal ao pensar em estranhos pasmados com imagens de seu falecido marido e filha e vive com medo de que um dia ela ou suas filhas enfrentem imagens horríveis de seus entes queridos online”

Em um tweet celebrando a aprovação do projeto de lei, o membro da Assembleia Mike Gipson referiu-se a ele como a “Lei Kobe Bryant de 2020”. De acordo com as diretrizes da “Lei Kobe Bryant,” começando em 2021, um socorrista que infringir a lei pode ser multado em até mil dólares por violação.

Siga-nos no Facebook Instagram para fotos exclusivas da Califórnia!

E marque suas fotos com #vocênacalifa e #cliqueinacalifa para ter a chance de ver sua foto publicada no Instagram da BDCiTV!

Leave a Reply