Google e Facebook viram ameaça para o Zoom

Google e Facebook viram ameaça para o Zoom

Google Meet, Facebook Messenger e WhatsApp se tornaram ameaças ao Zoom

(BDCi) — Um dos mais populares apps do momento devido a quarentena, o zoom, que permite o bate-papo por vídeo com múltiplas pessoas pode estar com seus dias contados. As últimas notícias dos bastidores do Vale do Silício é que os gigantes Google, Facebook e WhatsApp estão lançando novas opções de bate-papo por vídeo que têm como alvo melhorar dois dos maiores pontos fracos do Zoom: segurança e prazos de interatividade. Confira as novidades.

Salas do Facebook Messenger

O novo recurso de chamada de vídeo em grupo do Facebook se chama Messenger Rooms. Permite falar com até 50 amigos em uma tela.

Enquanto o Zoom tem fundos virtuais, o Facebook está dando um passo adiante na diversão – oferecerá fundos virtuais de 360 graus, iluminação ambiente e efeitos divertidos. Pense nos filtros do Instagram, mas que agora podem ser adicionados em seu vídeo.

“Isso surgiu como uma maneira incrivelmente importante e que as pessoas confiam para se manterem conectadas à quem se preocupam agora”, disse o fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, em um vídeo divulgado sobre os novos recursos.

A grande vantagem do Facebook sobre o Zoom: tudo é gratuito e não há limite de tempo. Além disso, os amigos não precisam de uma conta do Facebook para participar de um bate-papo, basta enviar um link para eles.

As salas do Facebook Messenger estarão disponíveis em breve.

Whatsapp

Em resposta ao COVID-19, o WhatsApp está dobrando o número de pessoas que podem participar de uma vídeo chamada em grupo. O limite costumava ser quatro, agora são oito. As chamadas podem ser de vídeo ou voz.

O aplicativo oferece criptografia de ponta a ponta, que é a maneira mais segura de se conectar com outras pessoas.

O novo limite expandido de chamadas de vídeo está disponível agora, o WhatsApp diz que tudo o que você precisa fazer é atualizar o aplicativo para obter o recurso.

Google Meet

O Google oferece vários tipos de videochamadas, mas o “Zoom killer” é chamado Meet. Ele oferece opções muito semelhantes, incluindo a visualização em grade familiar de “grupo Brady” de até 100 pessoas na mesma tela.

O Google Meet anteriormente estava disponível apenas para escolas e empresas, mas agora eles abriram para todo mundo usar.

Ao contrário de outras soluções que exigem apenas um link para participar, os usuários do Google Meet devem ter uma Conta do Google para participar de um bate-papo por vídeo. (Se você possui o Gmail, possui uma conta do Google). Além disso, os códigos de reunião são complexos por padrão, para que as pessoas não possam participar apenas adivinhando-os, também conhecido como Zoombombing.

Ao contrário do Zoom, que pode “induzir” os usuários a fazer o download de seu software em seus computadores, o Google Meet realmente funciona em um navegador da web. Não há downloads ou software extra necessário em computadores desktop. No Android e iOS, você precisará baixar um aplicativo para participar de uma vídeo chamada.

No momento, os bate-papos por vídeo não têm limites de tempo, embora o Google diga que isso só durará até 30 de setembro de 2020. Depois disso, haverá um limite de 60 minutos no bate-papo por vídeo.

Um dos recursos mais legais que encontrei no Google Meet é a legenda ao vivo, que transcreve o que as pessoas estão dizendo em tempo real e as exibe na tela.

Deixe seu comentário. Fique conectado com a BDCi para dicas sobre o lifestyle da Califa e muito mais.

Aproveite e siga-nos em nossas redes sociais Instagram e Facebook.

Siga a BDCi L.A. no Instagram para obter mais notícias, dicas e gadgets de tecnologia!

Leave a Reply