5 dicas para lidar com bullying virtual

5 dicas para lidar com bullying virtual

Saiba com dar sua opinião, mas com respeito

Em tempos tão tumultuados de eleições, e com o domínio das redes sociais, temos visto muita gente revelando um lado agressivo, um bully virtual, surpreendente. Talvez por estar atrás do computador, a pessoa se sinta à vontade para falar mal, desrespeitar, dizer besteiras.

E isso tem gerado muito desconforto, porque a energia das palavras hostis e críticas tem o poder de enfraquecer nosso ânimo e nos influenciar com o pessimismo.

É claro que todos podemos e devemos ter opinião sobre tudo, mas sempre respeitando o ponto de vista do outro.

Então, na próxima vez em que estiver conectado à Internet, lembre-se destas dicas para lidar com um bully:

  • Você é livre pra semear o que quiser, mas saiba que a colheita de sua semeadura é obrigatória.  Aquilo que você acusa hoje, amanhã poderá ser um problema em sua própria vida.

  • Tenha responsabilidade sobre o que você comenta. Com agressividade e desrespeito você jamais conseguirá a credibilidade dos outros.

  • Saiba que essa tendência negativa de espalhar mensagens vazias, sem conteúdo, ou mesmo agressivas, demonstra emoções carregadas de revolta, ódio e culpa em seu coração. São atitudes de quem está de mal com a vida, e todo mundo percebe seus sentimentos, nas entrelinhas.

  • O filósofo Sócrates, que viveu 400 anos antes do Cristo, nos deixou um importante ensinamento: Todo comentário, antes de ser pronunciado, deve passar por três crivos: o crivo da Verdade (você tem absoluta certeza do que vai falar?), o da Bondade (este comentário irá beneficiar alguém?) e o da Utilidade (o que será dito vai ser útil para alguém?).

  • Não estou dizendo para você ser uma pessoa alienada, que aceita tudo o que acontece.  É claro que há circunstâncias em que você pode se sentir na obrigação de desmascarar a mentira e a hipocrisia dos outros, evitando que mais pessoas possam ser enganadas e prejudicadas, mas isso não deve, jamais, se tornar o seu objetivo de vida. E mesmo assim, fale o necessário com seriedade, sem agredir ou desrespeitar.

  • Enfim, se você não tem nada de bom para falar ou compartilhar com seus contatos, então o mais sensato é se calar e procurar meios para se transformar em uma pessoa mais positiva e bem-humorada, que irradie uma energia benfazeja e agradável.

Leia também: A armadilha das redes sociais

Eliana Barbosa é psicoterapeuta, life coach, autora de vários livros no campo do autodesenvolvimento e ministra palestras e cursos transformacionais no Brasil e nos Estados Unidos   

http://www.elianabarbosa.com.br

www.instagram.com/elianabarbosacoach

Siga-nos no Facebook Instagram para fotos exclusivas da Califórnia!

E marque suas fotos com #vocênacalifa e #cliqueinacalifa para ter a chance de ver sua foto publicada no Instagram da BDCiTV!

 

 
 

Leave a Reply