Saúde Mental: A armadilha das redes sociais

Saúde Mental: A armadilha das redes sociais

Redes Sociais se tornaram motivo de preocupação dos profissionais do comportamento humano.

No mundo, de forma geral, está acontecendo um fenômeno que tem comprometido a qualidade de vida de muita gente: o vício em redes sociais.

Embora sejam ótimas ferramentas para aumentar nosso círculo de amigos e manter os vínculos familiares e de amizade, as redes sociais, hoje, se tornaram motivo de preocupação dos profissionais do comportamento humano.

Segundo estudos recentes, é mais difícil resistir à tentação de acessar sites como Twitter, Facebook ou Instagram do que dizer ‘não’ ao cigarro e ao álcool. Estes mesmos estudos explicam que o motivo das pessoas se apegarem às redes sociais, em detrimento da convivência real com amigos é porque, na internet, elas podem parecer o que não são. Podem postar apenas aquilo que as fazem se sentir melhor, escondendo suas fraquezas.

Outro fator viciante é a curiosidade humana, a mania de querer saber tudo da vida do outro. Além disso, a possibilidade de ganhar a atenção das pessoas acaba viciando também.

Na verdade, o que vemos, é uma alienação, em que os indivíduos preferem passar horas e noites na internet do que aproveitando a companhia real dos familiares e amigos. O grande perigo é perderem as habilidades para o contato social, o olho no olho, a gentileza e a educação.

Diante disso, e com o intuito de ajudá-lo a não cair nessa armadilha, deixo aqui 3 dicas poderosas:

  • ORGANIZAÇÃO: Acorde com todos os seus afazeres do dia anotados em sua agenda e só utilize as redes sociais em horários previamente marcados por você. Seja disciplinado.
  • DESAPEGO: Durante as refeições e na hora de dormir, deixe seus aparelhos – smartphones, tablets, laptops, todos eles bem longe de você, dedicando aos seus familiares e amigos, sempre presentes em sua vida,  a atenção que eles merecem ter.
  • DISCRIÇÃO: Cuidado ao postar nas redes sociais. Pare de se expor, de contar detalhes de sua vida, na ânsia de ser mais visto pelos outros. Embora rodeado de “amigos virtuais”, quando você precisar de apoio, quem poderá estar ao seu lado, em carne e osso, serão aqueles com quem você deveria conviver melhor, em seu dia a dia.

Aproveito para sugerir que você assista, na Netflix, o documentário chamado O Dilema das Redes, bastante esclarecedor, que, dentre outros alertas, vai mostrar o quanto as plataformas utilizam as informações coletadas para criarem um sistema de manipulação e lucro.

Finalizando, guarde bem: Todo exagero é danoso à vida! Portanto, cuide-se!

 

Eliana Barbosa é psicoterapeuta, life coach, autora de vários livros no campo do autodesenvolvimento e ministra palestras e cursos transformacionais no Brasil e nos Estados Unidos //  

 http://www.elianabarbosa.com.br   

http://www.instagram.com/elianabarbosacoach

 

Siga-nos no Facebook Instagram para fotos exclusivas da Califórnia!

E marque suas fotos com #vocênacalifa e #cliqueinacalifa para ter a chance de ver sua foto publicada no Instagram da BDCiTV!

 

Leave a Reply